Governador Rui Costa é cúmplice do bando do oeste: “se omitiu” – José Carlos Aleluia

Governador Rui Costa é cúmplice do bando do oeste: “se omitiu”

35161662741_fc2fcd7b5f_o

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) reagiu com indignação às declarações do governador Rui Costa sobre invasão de fazendas no oeste da Bahia. “O comportamento do governador Rui Costa diante da barbárie que aconteceu em Correntina foi vergonhoso. Primeiro se omitiu, como se o assunto nada tivesse a ver com ele. Nessas horas ele nunca é do PT. Os ditos movimentos do campo que invadem, assaltam e destroem não são nunca seus aliados”, acusou Aleluia.

O governador Rui Costa (PT) participou do programa Linha de Frente, transmitido pelas redes sociais da Aratu, quando afirmou que a ação era feita por “um bando” e disse que tomaria providências sobre o caso. “Já mandei a Polícia Civil fazer todo o processo de investigação porque quero identificar quem financiou e quem está por trás disso, de patrocinar essa destruição no oeste da Bahia”, garantiu o chefe do Executivo.

No início de novembro, as fazendas Igarashi e Coritiba, em Correntina, tiveram equipamentos queimados por cerca de mil pessoas. As propriedades produzem, principalmente, batatas.

Para Aleluia, a resposta do governador demorou demais. “Rui só se pronunciou após a oposição conseguir furar a cortina de fumaça que tentou impor à imprensa. Quero saber de ações efetivas, governador. Quantos bandoleiros já foram presos? Ou não existe motivos para isso? Onde está o Ministério Público Estadual? E o secretário de Segurança Pública?“, questiona.

O aliado do prefeito de Salvador, ACM Neto, também fez associações entre comunismo e o ataque às fazendas. “O mais simbólico disso tudo é que Rui Costa estava em Cuba enquanto o direito à propriedade estava sendo ultrajado dessa forma aqui na Bahia. Diz muito sobre quem ele é o que tenta esconder a todo custo para o povo baiano”, concluiu Aleluia.

Matéria publicada no Aratu Online no dia 07/11/2017