Relator de projeto da Eletrobras recebe presidente da empresa e adianta mudanças no texto – Deputado Aleluia

Relator de projeto da Eletrobras recebe presidente da empresa e adianta mudanças no texto

26135605696_ab5c3113a4_k
O deputado federal José Carlos Aleluia (Democratas-BA) recebeu o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr., nesta terça-feira (06/02), para tratar do projeto de privatização da empresa (PL9463/18). Aleluia é o relator do texto na Câmara e já antecipou que deve alterar o projeto focando nas especificidades regionais e criando uma agência autônoma para gerir os recursos da energia no Rio São Francisco. Durante o dia, o relator também se encontrou com o diretor-geral do Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (Cepe), Márcio Szechtman.

Com o presidente da estatal, Wilson Ferreira Jr., Aleluia tomou conhecimento da atual situação da empresa que, mesmo com uma melhora nos indicadores nos últimos dois anos, se encontra com alto grau de endividamento e baixa capacidade de realizar investimentos nos setores de geração e transmissão.

“Encontramos afinidade no diagnóstico e na perspectiva de aprimorar o setor elétrico brasileiro. Wilson apresentou uma proposta de abertura de capital constante como uma forma de aumentar a eficiência da empresa e do setor elétrico como um todo, a qual eu pretendo estudar e agregar ao texto final”, comentou Aleluia.

O presidente também apresentou um balanço sobre o processo de venda de seis distribuidoras do grupo e diversas participações em Sociedades de Propósitos Específicos (SPE).

Cepel
Em seguida, Aleluia se reuniu com Marcio Szechtman, diretor do Cepel, que demonstrou preocupação com a continuidade das atividades do centro de pesquisa. Aleluia admitiu que o texto original não é satisfatório quando trata do setor de pesquisa e antecipou que vai apresentar uma alteração significativa no tema.

“Não podemos ignorar de forma alguma a importância de termos no Brasil um centro de pesquisa de excelência que contribua para o desenvolvimento tecnológico do setor elétrico. Eu dei total liberdade para que a própria Cepel me apresente uma modelo proposto para que possamos analisar e discutir no projeto”, garantiu Aleluia.